Make your own free website on Tripod.com

Caso nº 6


Figado

Histórico: Em luta corporal foi esfaqueado, apresentando ferimento lateral no hipocôndrio direito.


CT - Hepato 1

CT - Hepato 2

Diagnóstico

Os traumas abdominais fechados são as causas mais freqüente de injuria ao fígado, notadamente os acidentes autobilistico. Quando a ruptura do parênquima hepático é acompanhado de rutura da capsula, hemorragia de grande proporções para a cavidade abdominal representa um grande risco de vida para o paciente. Um ferimento penetrante seja por arma de fogo ou objeto cortante pode levar a separação da capsula hepática da parede abdominal, com isso abrindo para dentro da cavidade peritonial

A capsula hepática comumente permanece integra em traumas fechados menos severos. Pequenas lacerações do parênquima na periferia, leva ao desenvolvimento de hematomas subcapsular. A ruptura do parênquima em região mais central do fígado acontece em traumas mais severos sendo que a capsula usualmente permanece intacta.

Lacerações ocorre principalmente no segmento cranial do lobo direito, tais lesões podem se estender ate a região posterior comprometendo a veia cava inferior e as veias hepática centrais. Aerobilia bem como hemobilia, ambas podem ser demonstráveis pelo CT nos casos de lesão dos ductos biliares principais. O fígado pode sofre rupturas isoladas ou mesmo se fragmentar, acompanhando a ruptura da capsula e com isso provocando hemorragia intra-abdominal tanto nos ferimentos por armas penetrantes bem como por severo trauma fechado.

No caso em tela vemos no clichê CT-1 (fase pré-contraste) lesão linear hipoatenuante que praticamente delimita a divisão entre o lobo direito e esquerdo que se extende ate a superfície peritonial cuja fase com contraste(CT-2) mantém a lesão com as mesmas característica.

ID: LACERAÇÃO HEPATICA POR OBJETO PENETRANTE.